Depoimento

S.J.
39 anos

Meu nome é S. J., tenho 39 anos, sou casada, tenho uma linda filha de 11 anos que está me aguardando com muita saudade e carinho. Meu marido é uma benção na minha vida, é um homem de Deus, honesto, trabalhador, sincero cativante em sua humildade e bondade, está sempre pronto a ajudar ao próximo ainda que isso lhe cause algum incomodo de vez em quando, mas ele não se importa, é amável, e prestativo com todos. Eu estou na CRAVI há pouco menos de um mês por motivo de alcoolismo, falta de controle, de perspectiva de vida. Estava numa fase de fugir do mundo e de mim mesma, assim acabei magoando todos ao meu redor, principalmente os meus dois seres mais preciosos meu marido e minha filha. Com poucos dias aqui já posso visualizar o motivo real de estar aqui, pra me reencontrar e me reconhecer novamente, já que não sabia mais quem eu era, ou mesmo quem deveria ou queria ser. Num momento de introspecção, oração e louvor a Deus cheguei a conclusão que também estou aqui para aprender, aprender a ver as pessoas, não apenas como elas se apresentam, mas como realmente elas são, o que vem junto com elas, a carga que carregam, assim com eu, os seus confrontos e conflitos. Estou aqui para me curar, restaurar e me centrar novamente na vida que eu sempre quis ter e não consegui. Agora com muito mais esperança porque sei o chamado que tenho e estou me preparando pra atendê-lo. No mais tenho esperança e fé.

E.A.
anos

Eu particularmente conheço a cravi há 02 meses, mas nesse tempo à Cravi tem sido fundamental, pois aqui tem uma estrutura que inclui vários fatores a começar pela equipe de profissionais que são capacitados e dedicados em cuidar de cada um de uma maneira bem atenciosa pois as pessoas que aqui estão teve uma vida turbulenta por isso é necessário bastante cautela . Como se não bastasse isso tem uma estrutura de materiais que também é de fundamental importância numa recuperação. A Cravi está de parabéns, pois tem trabalhado esses 15 anos se dedicando na melhoria de pessoas com vários tipos de problemas sabemos que não é uma tarefa fácil, mas os profissionais que aqui se encontram encontram também todo respaldo dos diretores dessa instituição para desenvolver um excelente trabalho. Sendo assim quero parabenizar a Cravi por esses 15 anos de dedicação, pois eu também estou aqui em tratamento e tenho encontrado aqui tudo que necessito pra um bom tratamento.

A.P.G.
anos

Essa é uma instituição que fornece ajuda á dependentes químicos,e alcolicos, e hoje ela está completando seus 15 anos. Hoje felizmente no momento eu faço parte dessa instituição,pois estou aqui para buscar um tratamento ,e estou confiante que seja definitivamente o último. Já passei por outros lugares antes, mas esses lugares não tinham tanta estrutura igual aquí, que temos apoio pscológico, espiritual, e outros. Eu só espero ter força de terminar o tratamento, e nuca mais passar por outra experiência dessas, porque por melhor que seja um centro de recuperação, nada paga por nossa liberdade, e não existe coisa melhor de que termos a força de ter o domínio próprio, e saber dizer não a certas coisas nas horas certas, saber que não é escravo de nada, e sendo assim não corre o risco de voltar a outra casa de recuperação, por melhor que ela seja. Mas mesmo não sendo bom de passar por isso, de ter que aceitar passar por um certo tempo de recuperação, se afastar de tudo e de todos, se expor a regras, aceitar ordens, e obedecer pessoas que você nunca viu na vida, apesar de tudo isso é nessas casas de apoio que muitas vezes depositamos nossas esperanças. Parabéns a cravi.....E muito obrigado

T.C.W.
21 anos

Sou T.C. W. e tenho 21 anos. Me envolvi com o álcool e cigarro mais ou menos quando meu pai faleceu, aos 15 anos. Depois veio a cocaína e por último o crack. Após ter experimentado o crack pela primeira vez já estava viciada e sem condições psicológicas para deixar de usar. A decadência então começou... Me vi presa a essa droga de tal maneira que nem eu consigo explicar. Perdi casa, bens materiais, emprego, o amor da minha família, a presença da minha família, o meu filho junto a mim, a dignidade, vergonha, princípios morais, ética e caráter. Quando achei que não existiria mais saídas ou que dali pra frente tudo poderia piorar resolvi buscar ajuda. Me consultei em uma unidade de saúde próxima a minha residência, relatei o meu problema. Fui encaminhada ao CAPS e por fim à CRAVI onde eu me encontro hoje. Tenho fé e esperança de que farei todo o tratamento na CRAVI e conseguirei retomar minha vida normal com dignidade. Sei que não será fácil, terei que ter paciência, calma, fé e entre muitas outras coisas. Mas a recompensa de ver o sorriso do filho novamente e o olhar de orgulho da minha mãe e o amor da minha família não há nada que eu não faça para ter tudo isso e por isso estou aqui.

EL.A.
30 anos

A Cravi é uma instituição que está completando hoje 15 anos de vida Fundada pelo pastor Flavio com o intuito de ajudar os dependentes químicos a se livrar das drogas, e outras dependências. Posso falar por mim que estou aqui ha 4 meses que é uma instituição abençoada; Por que neste quatro meses que estou em tratamento já me sinto muito bem psicologicamente, com o seu modo de tratar os seus pacientes.Com respeito sabedoria e amor ao próximo. Os profissionais que nos dão aulas são muitos religiosos e legais. E só com Deus no leme para ter 15 anos de vida com este sucesso e ter ajudado tanta gente. Obrigado por ela ter nascido.

D.F.L.
29 anos

"Meu nome é D., tenho 29 anos. Sou ex-usuário de drogas. No dia 16 de setembro de 2008 aceitei me internar em uma Comunidade Terapêutica,onde não sabia o que poderia acontecer ou fazer comigo. Realmente tive muito medo. O medo era de mudar de vida, de deixar toda vida boa que eu levava e sumir da área. Após aproximadamente 5 meses posso entender que não basta parar de usar drogas, mas sim mudar o meu estilo de vida. Vivo limpo, governando e sendo governado, me alimentando, dormindo e acordando, sentindo na pele os sentimentos da vida, entendendo o que o ser humano pode ter ou não, me impondo limites, louvando ao Senhor e o mais importante, sendo respeitado. Cheguei na Comunidade Terapêutica CRAVI com 55kg, minha vida estava desregrada, minha esposa me deixou, levou os dois filhos junto, vendi quase tudo que tinha em casa, perdi empregos e oportunidades, acabei com minha vida social e minha dignidade estava zero! Hoje louvo à Deus, aguardo e busco ótimas novidades em minha vida, me governo e posso dizer de boca cheia que agradeço à CRAVI por ter aberto os meus olhos para a vida como ela é!"